BuenosAires54.com

Turismo em Buenos Aires

10 passeisos gratis para curtir Buenos Aires



Já foi mais vantajosa, mas a capital da Argentina continua uma pechincha para os viajantes brasileiros. Para economizar ainda mais, confira 10 atrações gratuitas.

A capital portenha, Buenos Aires, é a maior e mais populosa cidade da Argentina. É também a segunda maior área metropolitana da América do Sul, ficando atrás apenas de São Paulo. Pela curta distância do voo e preços ainda convidativos ao bolso, a charmosa cidade atrai um número cada vez maior de turistas brasileiros.

Apelidada de “Paris da América Latina”, devido à arquitetura com inspiração europeia e jardins bem cuidados, Buenos Aires oferece atrações turísticas imperdíveis ao viajante, de programas clássicos a tours alternativos. Sem esquecer das opções culturais, da rica gastronomia, vida noturna vibrante e das inúmeras possibilidades de compras.

Com o peso desvalorizado em relação ao dólar e ao real, a capital da Argentina permanece vantajosa para os visitantes. Mesmo assim, é possível economizar ainda mais com a grande quantidade de atrações gratuitas que a cidade oferece. Veja, a seguir, a nossa seleção de 10 programas para você não gastar um centavo em Buenos Aires:

Jardim Botânico – Localizado no bairro de Palermo, o Jardim Botânico de Buenos Aires é um oásis de tranquilidade no meio da cidade. Como fica próximo de outros pontos turísticos conhecidos, como o Zoológico, Jardim Japonês e o MALBA, o espaço é perfeito para caminhar e relaxar entre um passeio e outro. Ao todo, são 7 hectares de área verde, com mais de 6 mil espécies de plantas, jardins temáticos, estufas, além de uma grande coleção de esculturas.

Caminito – Uma das atrações do bairro de La Boca é o Caminito, caracterizado pelas famosas construções coloridas de zinco e madeira. A área portuária, perto do estádio La Bombonera, foi recuperada no final da década de 1950 por artistas locais e batizada em homenagem ao tango de mesmo nome. Muitos dos cortiços foram transformados em ateliês e lojinhas, onde é possível comprar as mais variadas lembrancinhas de viagem. O passeio pela rua peatonal é grátis, mas cuidado ao “ser arrastado” para tirar uma foto com os dançarinos de tango. Eles certamente cobrarão – e muito – pela fotografia temática!

Caminito – La Boca

Cemitério da Recoleta – Pode soar estranho, mas alguns cemitérios pelo mundo são atrações turísticas imperdíveis. É o caso do Cemitério da Recoleta, onde estão os túmulos de presidentes argentinos, atores, empresários, militares, acadêmicos e outras pessoas ilustres que desempenharam um papel importante na história do país. No meio de tantos mausoléus imponentes e ornamentados está o quase imperceptível túmulo de Evita Perón, de mármore preto, o mais procurado de todo o cemitério. Se gostar da visita, cogite visitar também o Cemitério da Chacarita, fora do circuito tradicional de turismo. É o maior cemitério da América do Sul e onde estão os restos mortais do cantor de tango Carlos Gardel.

Cemitério da Recoleta

Catedral Metropolitana – Localizada no centro da cidade, ao redor da Plaza de Mayo, a catedral é a sede da Igreja Católica no país. A primeira construção foi concluída em 1593 e, desde então, por problemas estruturais, incêndios e desastres naturais, o local abrigou seis diferentes templos religiosos. A edificação atual foi finalizada em 1852 e apresenta uma grande variedade de estilos arquitetônicos. De 1998 até 2013, Jorge Bergoglio, o Papa Francisco, foi o arcebispo de Buenos Aires e responsável pela Arquidiocese. No local, há uma exposição de objetos pessoais e litúrgicos do pontífice. Visitas guiadas gratuitas estão disponíveis de segunda a sábado, às 10h30 e 12h (coro e oficina); e de segunda a sexta, às 11h (templo, cripta e sacristia).

Catedral Metropolitana

Floralis Generica – No centro da Plaza de las Naciones Unidas, no bairro da Recoleta, fica a Floralis Generica, um dos principais ícones modernos de Buenos Aires. A flor metálica, de 23 metros de altura, abre e fecha conforme a hora do dia por meio de um sistema hidráulico aliado a células fotoelétricas. No entanto, o efeito das pétalas em movimento não funciona há seis anos, o que faz a escultura permanecer aberta durante todo o tempo. A previsão é de que o problema técnico seja solucionado ainda no primeiro semestre de 2015.

Floralis Generica

Floralis Generica

Museu Nacional de Belas Artes – Para a sorte dos turistas, alguns museus da capital portenha têm entrada gratuita. Um deles é o imperdível Museu Nacional de Belas Artes, que exibe em seu acervo obras de diversas nacionalidades, da Idade Média até o século 20. Nas paredes do edifício estão pinturas de Rembrandt, Goya, El Greco, Manet, Modigliani e Picasso. Uma grande coleção de trabalhos latino-americanos e argentinos pode ser encontrada no primeiro andar. O museu funciona de terça a sexta, de 12h30 às 20h30, e sábados e domingos, de 9h30 às 20h. Não abre às segundas-feiras. Mais informações no site oficial .

Free Walking Tour – A melhor maneira de conhecer Buenos Aires é caminhando. Para isso, há um tour guiado gratuito que passa pelos pontos turísticos mais relevantes da capital portenha. Tudo é contado sob a ótica de um guia especializado, que vai parando ao longo do caminho e narrando histórias e curiosidades da cidade. Um dos roteiros contempla os atrativos da área central, incluindo a Playa de Mayo, Obelisco e a Casa Rosada. O passeio começa às 11h na Plaza del Congreso e dura, em média, 3 horas. Um outro circuito, o “The Aristocratic”, começa às 17h na Plaza San Martín e oferece uma agradável caminhada pela história da aristocracia de Buenos Aires e as influências europeias na arquitetura. Apesar de gratuito, no final do tour é recomendável dar uma gratificação ao guia pelo trabalho realizado. Mais informações no site da BA Free Tour.

Casa Rosada – A sede da presidência da Argentina é um dos principais cartões-postais do país. Situada na Plaza de Mayo, a construção foi a residência dos vice-reis espanhóis e, após algumas reformas, abrigou os representantes dos sucessivos governos pátrios. Nos finais de semana e feriados, é possível visitar gratuitamente as instalações e aposentos do palácio. Após aguardar no hall de entrada, os visitantes podem subir as escadas de mármore e conhecer, por exemplo, o Salão Mulheres Argentinas do Bicentenário, com fotografias de figuras femininas ilustres, o Salão Branco, o Pátio das Palmeiras, o Gabinete Presidencial e a famosa varanda que já testemunhou muitos momentos importantes na história argentina.

Casa Rosada – Buenos Aires, Argentina

Bosques de Palermo – Com cerca de 80 hectares, os Bosques de Palermo (também conhecido como Parque Tres de Febrero) formam uma das maiores áreas verdes da cidade. Especialmente nos finais de semana, o local se transforma em uma popular zona de lazer para os portenhos, seja para fazer um piquenique em família, praticar esportes ou relaxar nos gramados com os amigos. Dentro do parque fica o Rosedal, um jardim belíssimo com mais de 18 mil rosas de mais de mil espécies diferentes. O espaço fica aberto de abril a outubro, de 9h às 18h, e de novembro a março, de 8h às 20h.

Palermo

Feira de San Telmo – Um dos programas turísticos clássicos é visitar a tradicional Feira de San Telmo, que ocorre sempre aos domingos, no bairro de mesmo nome. Diversas barraquinhas ocupam a área da Plaza Dorrego e ruas ao redor, vendendo antiguidades, souvenirs, livros e peças de artesanato. Aproveite a visita para ver as performances dos artistas de rua, conhecer o Mercado de San Telmo e tirar uma foto com a estátua de Mafalda, a famosa personagem de quadrinhos.

Fonte. http://www.pureviagem.com.br/

BuenosAires54.com - Portal turistico, online desde 2002 - Fale Conosco
Sites associados AirportTransfersBuenosAires.com e AirportTransfersRio.com
Frontier Theme